Spirulina: conheça o pozinho verde capaz de fazer “milagres” para o seu emagrecimento

Receba dicas exclusivas sobre nutrição, atividade física e bem-estar. Cadastre seu melhor e-mail ao lado (é grátis)!


Spirulina: conheça o pozinho verde capaz de fazer “milagres” para o seu emagrecimento

24 de outubro de 2016
Mariane Savassi (CRN 43720)
Nutricionista

A Spirulina é uma alga verde azulada, um produto com alta concentração de proteínas, fibras, ferro, vitaminas, antioxidantes e outros nutrientes.

O pó, extraído de uma alga verde azulada que traz diversos benefícios para a saúde e boa forma. O alimento garante saciedade, facilita o trânsito intestinal e contém antioxidante na forma de clorofila.

A spirulina é um produto muito buscado para quem quer manter o corpo em ordem e reduzir gordura localizada. O corpo humano tem sempre a tendência de sempre armazenar energia e, por isso, tudo o que consumimos em excesso é guardado na forma de gordura corporal, muitas vezes armazenada na região abdominal, causando aquela insatisfação.

Spirulina: para que serve?

A spirulina é um ótimo produto para auxiliar na redução de peso, desde que associado com uma alimentação saudável, sem alimentos fritos ou cheios de açúcar aliados, claro, a prática de atividade física regular.

Ela também serve para tratamentos estéticos, já que retêm a elasticidade e tonicidade da pele por mais tempo. Alguns resultados já mostraram que ela é até capaz de reduzir as marcas de expressão do rosto, por ser rica em vitamina A, que garante com que as glândulas sebáceas sejam reguladas, evitando assim a formação de cravos e espinhas.  A vitamina E presente na spirulina também ajuda a conferir mais firmeza e brilho para a pele.

Devido ao alto teor de proteínas presente em sua composição, é indicada para complementar a alimentação de pessoas vegetarianas ou veganas, sendo uma alternativa às proteínas de origem animal.

Spirulina: benefícios

Spirulina: beneficios

Além de contribuir para o emagrecimento, a spirulina possui outros importantes benefícios, como:

Melhora da saúde

  • Alimento altamente digerível por não ter celulose na parede;
  • Melhorar o perfil lipídico;
  • Melhorar a elasticidade vascular;
  • Controlar a hipertensão;
  • Melhorar diabetes tipo 2;
  • Prevenir doenças cardiovasculares;
  • Reduzir sinais e sintomas de alergia;
  • Proteger contra o câncer;

Prevenção de Doenças

  • Proteção contra radiação;
  • Fortalecer o sistema imunológico;
  • Reduzir sintomas de artrite;
  • Auxiliar no tratamento de cirrose não alcoólica;
  • Auxilia em doenças neurodegenerativas como Alzheimer e Parkinson;
  • Proteger contra radiação ionizante.

Vitaminas

  • Contém todos os aminoácidos essenciais;
  • Riquíssima em vitaminas, em especial a B12 e K;
  • Fonte de ácido gama linoléico (GLA), raramente encontrado nessa concentração em outro alimento;
  • Alta concentração de minerais (cálcio, magnésio, manganês, potássio, zinco e ferro);
  • Rica em iodo;
  • Contém fotoquímicos, como a clorofila, carotenoides e fitocianina;
  • Baixa concentração de carboidrato.

A spirulina contém outros minerais como cálcio, vitamina A, zinco, vitamina B12, magnésio e ferro. Essas vitaminas e minerais quando associadas a uma alimentação saudável e a prática de atividade física, trazem vários benefícios a saúde como:

Redução do colesterol

Umas das gorduras mais prejudiciais a nossa saúde é o colesterol ruim, ou seja, o LDL, em excesso. Esse fator é o responsável por obstruir as vias do sistema circulatório e provocar um infarto no miocárdio ou um AVC. Na spirulina é possível encontrar um tipo de ômega 6 (uma gordura do bem) chamado de gamalinolênico e que desempenha o papel de reduzir os níveis do LDL.

Melhora o sistema autoimune

O fato da spirulina possuir uma boa dose de zinco ela oferece ação anti-inflamatória e assim ajuda o sistema imune a combater doenças.

Aumenta a sensação de saciedade

A spirulina contém fibras solúveis que formam um gel quando chegam no estômago, assim você terá uma sensação de saciedade por mais tempo.

Rica em antioxidante

A spirulina é um produto rico em antioxidantes, incluindo a vitamina E, selênio, carotenóides e ácidos fenólicos. Os antioxidantes ajudam na proteção do corpo contra o câncer, doenças cardíacas, envelhecimento precoce e outros danos que os radicais livres podem fazer às células e ao DNA.

Excelente para vegetarianos

Como dito acima, a spirulina possui uma grande taxa de proteínas em sua composição. É uma ótima maneira de se abastecer desse nutriente sem precisar ingerir carne.

Agente antibiótico e antimicrobiano

Estudos em laboratório descobriram que a spirulina ajuda na destruição de bactéria e vírus. Além disso, é um produto natural eficaz contra a gripe, sarampo, herpes simples, entre outras infecções virais. Ela também estimula a produção de macrófagos no sistema imunológico, o que aumenta o combate de micro-organismos invasores.

Contribui para a saúde do coração

spirulina pode melhorar a saúde cardiovascular de várias formas. Ela ajuda a melhorar o perfil lipídico, inibe a hipertensão e aumenta a elasticidade dos vasos sanguíneos.

Além disso, ela tem sido eficaz no aumento do bom colesterol (HDL) e diminuição da tensão arterial.

Spirulina emagrece?

Spirulina emagrece?

Essa é uma dúvida muito comum. E sim, várias pessoas utilizam a spirulina para emagrecer, pois ela possui diversas características que podem ajudar a perder peso com saúde.

Por promover um aumento na concentração de nutrientes no organismo, a spirulina pode, neste processo, reduzir a fome, além de trazer sensação de saciedade evitando que se coma fora de hora.

Devido a sua alta concentração de nutrientes, o organismo de uma pessoa que ingere a spirulina não sente a carência dos mesmos gerando uma contínua sensação de saciedade.

Isso acontece pois, os nutrientes presentes revestem as paredes do estômago, diminuindo o desejo por alimentos calóricos.

Evitando os picos de fome, fica bem mais fácil ter controle sobre os impulsos e, assim um melhor aproveitamento da dieta, pois de nada adianta associarmos exercícios físicos a uma dieta inapropriada em que haja o impulso por comer alimentos não recomendados, em horários impróprios.

Como falado, por ser rica em fibras ela também melhora o funcionamento do intestino. Lembre-se apenas de beber bastante líquido para que você não acabe ficando com o intestino preso.

Outra vantagem dela ser rica em fibras é que essas possuem propriedades reguladoras para o metabolismo. Esse é outro fator que pode colaborar e muito, em seu processo de emagrecimento.

As vitaminas que a compõe a tornam um poderoso antioxidante que colabora com a eliminação de gordura. A spirulina possui também em sua composição a vitamina B6 e o triptofano. Ambos estão envolvidos diretamente na produção de um neurotransmissor chamado serotonina.

A serotonina é conhecida por estar relacionada com a nossa sensação de prazer, bem-estar e regulação do bom humor. A mesma coisa acontece quando comemos doces.

Uma vez que você consuma spirulina e regule sua dosagem de serotonina necessária, não sentirá mais a necessidade de comer doces dando um importante passo rumo ao emagrecimento saudável.

Apesar de natural, vale lembrar que a spirulina não deve ser consumida por crianças, gestantes e mulheres que estão amamentando. Pacientes que utilizam imunossupressores também não devem fazer uso da alga.

Spirulina: como tomar

Spirulina: como tomar

A spirulina pode ser encontrada facilmente em pó, tabletes, flocos e cápsulas e pode ser consumida pura ou adicionada a sucos e sopas, por exemplo.

É recomendado ser consumida antes das principais refeições para reduzir o apetite, e proporcionar a sensação de saciedade.

Como o alimento não é um nutriente essencial, não existe uma recomendação diária de consumo, mas especialistas afirmam que a dose efetiva vai de um grama a três gramas por dia.

Para um consumo acima de 1,5 gramas diárias, no entanto, o ideal é que um médico ou nutricionista seja consultado.

Para altas dosagens é recomendado o consumo em pó, nesse formato a spirulina é excelente para ser acrescida em sucos, vitaminas e shakes.

Quando se optar por iniciar o consumo de spirulina é recomendado que se busque a havaiana.

A spirulina havaiana é cultivada em Kona, no Havaí. Ela é mais rica em nutrientes devido ao seu particular processo de fotossíntese que ocorre devido à grande exposição a luz solar.

Outro fator que a distingue da spirulina comum é que o cultivo nessa região do Havaí, torna-a livre de metais pesados como o mercúrio e o chumbo, normalmente absorvidos pela espécie durante o seu crescimento em águas contaminadas.

Spirulina em pó

Spirulina em pó

A spirulina em pó pode ser usada em uma gama de receitas como saladas, sopas, arroz, sucos e etc. Uma colher de sopa é suficiente para um bom resultado.

Confira algumas sugestões:

Suco de spirulina, banana e maracujá

Use 2 maracujás batidos em 1 copo de água de coco e coe, acrescente 1 banana bem madura e bata tudo muito bem no liquidificador. Misture 1 colher de sopa de spirulina e tome a seguir.

Bebida refrescante de spirulina

Misture meia xícara de iogurte, um copo de suco de fruta natural e uma colher de sopa de spirulina em pó no liquidificador com gelo. Em poucos segundos, se consegue um requintado batido que saciará toda a família.

Spirulina em cápsulas

Spirulina em cápsulas

Cápsulas são sempre a forma mais prática de se tomar qualquer suplemento ou medicamento. E ainda tem a vantagem de não ter gosto, para quem não se dá bem com o sabor, ligeiramente amargo, da spirulina em pó.

Embora tenham os mesmos benefícios, você precisa tomar cerca de 4 a 6 cápsulas para alcançar a dose mínima recomendada, o que equivale a 1 colher de sopa de pó. E tem mais: as cápsulas levam cerca de uma hora para dissolver e entrar na corrente sanguínea.

Contraindicações e efeitos colaterais da spirulina

Pessoas que possuem o ácido úrico elevado (pacientes com gota), gestantes, lactantes e crianças não devem usar a spirulina sem conhecimento médico.

Os efeitos colaterais podem ser vários sendo que os mais comuns são: dor de cabeça, dificuldade de concentração, placas vermelhas pelo corpo e excesso de suor através da transpiração. A melhor opção antes de tomar é sempre consultar um profissional e fazer os exames recomendados.

Spirulina: onde comprar

A spirulina é facilmente encontrada em lojas de produtos naturais na forma em pó e a granel. O preço médio de 100g em pó é de R$ 20,00. A média de preço da embalagem vendida com 60 cápsulas de 500mg, fica em torno de R$ 45,00 até R$ 62,00 dependendo da marca.

Conclusão

Como podemos ver o uso de spirulina é mais do que recomendado. Seu uso de forma correta e associado a um acompanhamento nutricional, a uma alimentação balanceada e prática de exercícios físicos regulares trarão como consequência o emagrecimento saudável e, principalmente, uma melhora da qualidade de vida e bem-estar.

Já fez uso de spirulina? Conte para a gente o que achou nos comentários. 😉


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos Relacionados