Estudo de caso: como o Pilates contribuiu para a boa forma e bem estar de Isis Valverde

Receba dicas exclusivas sobre nutrição, atividade física e bem-estar. Cadastre seu melhor e-mail ao lado (é grátis)!


Estudo de caso: como o Pilates contribuiu para a boa forma e bem estar de Isis Valverde

27 de junho de 2016
Polyana Martins (CREF 127200/SP)
Educadora Física

Com certeza você já ouviu ou, até mesmo, pratica ou praticou o método Pilates. Caso não conheça ou tenha praticado, acredite, ele é considerado um ótimo método para enrijecimento e ganho de flexibilidade muscular e, o melhor, com mínimas chances de lesões.

Como surgiu o Pilates

O método Pilates foi criado por Joseph Humbertus Pilates, nascido em Mönchengladbach, Alemanha. Sua mãe era de ascendência alemã e seu pai de origem grega, de quem ele herdou o sobrenome Pilatu, mais tarde modificado para Pilates.

Pilates era raquítico e sofria de algumas crises de saúde, como asma, bronquite e febre reumática. Mesmo com todas essas dificuldades, praticava inúmeros esportes, como ski, mergulho, natação e ginastica. Em sua adolescência se dedicou a estudar Yoga, Karatê e meditação zen.

Joseph foi ainda boxeador e artista de circo e, aos 32 anos, com início da I Guerra Mundial, fora convocado para o campo de concentração, onde passou a aprimorar seu conhecimento na saúde e fortalecimento muscular. Passou aos seus companheiros de batalha seu método de condicionamento físico e aplicou seu conhecimento durante a reabilitação de colegas feridos no campo de guerra, utilizando macas, molas e camas hospitalares.

Pilates ganhou reconhecimento e percebeu que com estes trabalhos resistidos, ajudava os guerrilheiros a melhorar a recuperação do tônus muscular de forma mais rápida, e para sua surpresa, nenhum destes guerrilheiros sucumbiram à epidemia de gripe espanhola.

Aos 46 anos, foi morar em Nova York, e abriu seu primeiro studio. Faleceu de forma trágica, aos 82 anos, vítima de um incêndio em seu studio.

Joseph pilates

A proliferação do conhecimento e os benefícios do Pilates

Clara Pilates, esposa de Joseph , deu continuidade a metodologia e, muitos de seus alunos passaram a abrir studios pelo mundo, iniciando uma nova era de atividade física e reabilitação.

O método tem seus conceitos e princípios, que o fizeram extremamente eficaz. A começar pela concentração, que deverá estar voltada sempre para a musculatura que está sendo trabalhada. Dessa forma, auxilia o SNC (Sistema Nervoso Central) a executar os movimentos e assimilar os comandos.

Aperte o Power, e vamos dar início ao Pilates – Hora da força e equilíbrio

A centralização da força no tronco é o que permitirá suporte e controle dos movimentos dinâmicos, que envolvem equilíbrio, sendo considerado um conceito denominado por Power House (centro de força).

É o centro de força, o grande responsável pelo envolvimento de todos os músculos abdominais: parede abdominal anterior e posterior, extensores e flexores de quadril, e assoalho pélvico. Este conceito é um fator muito importante, pois é ele o centro de força que deverá sempre estar em contração isométrica durante os movimentos.

Da complexidade a fluidez: respirando conforme a “dança dos músculos”

Pilates respiração

É importante lembrar que o Pilates não é uma atividade física aeróbica, com isso todos os movimentos devem ser realizados de forma totalmente fluída e harmônica, sem movimentos bruscos e com maior controle possível do corpo e mente. Desta forma, contribui-se para o principio da respiração, que irá manter uma boa oxigenação do sangue, eliminando gases nocivos.

No Pilates a respiração acontece inspirando pelo nariz e expirando pela boca, e deve ser feita em sincronia com o tempo do movimento.

Pilates: de benefícios a contra-indicações

Conforme mencionado anteriormente, o Pilates é um grande auxiliar para quem tem problemas respiratórios, ou até mesmo respiração inconstante causada pelo stress ao qual, muitas vezes, somos submetidas em nosso dia a dia, que fazem com que a respiração de forma controlada seja, involuntariamente, deixada de lado.

Outros benefícios do Pilates são a melhora na flexibilidade, equilíbrio e consciência corporal proporcionadas pelo controle do corpo e da mente.

Com o aumento da flexibilidade, melhora também a postura, além de prevenir ou diminuir dores coluna, principalmente na região lombar.

Porém também há regras e limites. Mulheres hipertensas ou em gravidez de auto-risco, devem evitar a prática, até que tenham autorização médica.

Pilates e seus parentescos

Pilates estilos

O princípio e conceito do Pilates é o mesmo, o que muda é a metodologia às suas diversas formas: solo (ou mat), studio (studio composto por 5 ou mais equipamentos sendo: lader barrel, cadilac, reformer, cadeira combo e outros acessórios complementares), air pilates (sobre tecidos de forma suspensa), entre outros.

Porém, vale lembrar que o Pilates tem como objetivo principal saúde e bem estar, e não objetivo estritamente estético, pode auxiliar o trabalho estético, como tonificação muscular, com trabalho de fortalecimento, cardiorrespiratório, porém não auxilia no ganho de peso, e o processo de perda de peso pode sim ocorrer. Porém, esse ocorre de uma forma bem mais lenta e, claro, aliado à uma alimentação bem regrada e atividades aeróbicas intercaladas.

Da Vizinha à Global Isis Valverde, de saúde à um processo estético, ambas com Pilates

Atualmente há inúmeros estúdios de Pilates pelo Brasil. As aulas têm duração de 50 à 60 minutos, podendo ser realizadas de uma a três vezes na semana, sendo sempre ministradas por um profissional de Educação Física ou Fisioterapia (todos e quaisquer desses profissionais deverão ter realizado curso extra curricular de Pilates fora de sua Graduação).

Isis Valverde PilatesA bela atriz Isis Valverde também se decida à modalidade há um pouco mais de 3 anos. Isis considera a atividade de extrema importância em seu cotidiano pessoal e profissional. O que a fez apostar no Pilates, foi a redefinição da postura e equilíbrio. Além do mais, a fez conseguir o que todas sonham: aquele abdômen tonificado.

A Atriz correlacionou o Pilates com a sua atuação frente as telinhas, pois a respiração trabalhada na atividade é uma grande aliada do seu trabalho.

É através da respiração que a atriz mantém a calma e o equilíbrio emocional, fazendo-a controlar a tensão, mesmo em momentos de grande stress. Com o corpo e mente em equilíbrio, consegue centrar mais em seus personagens, melhorando significativamente o seu desempenho nas dramaturgias.

Agora, que tal, também, incentivar as amigas a conquistar um corpo a lá Isis Valverde com a ajuda do nosso querido método Pilates? Compartilhe o artigo com elas! Quem sabe vocês não começam a praticar juntas? Corre, respira, concentra e equilibra, Go Pilates!


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos Relacionados