Ganho de massa e a surpreendente verdade que nunca contaram a você sobre a principal diferença entre musculação feminina e masculina

Receba dicas exclusivas sobre nutrição, atividade física e bem-estar. Cadastre seu melhor e-mail ao lado (é grátis)!


Ganho de massa e a surpreendente verdade que nunca contaram a você sobre a principal diferença entre musculação feminina e masculina

14 de julho de 2016
Polyana Martins (CREF 127200/SP)
Educadora Física

Musculação feminina

Musculação feminina: afinal existem diferenças na prática da modalidade para homens e mulheres? Sim, existe! E isso é o que iremos descobrir nesse artigo.

Não basta a mulher ter problemas hormonais, menstruar por até 7 dias, gestar um filho por até 9 meses, e ainda ter de carregar mais gordura que o homem.

Existem diferenças entre a musculação feminina e masculina, a começar pelo nível de intensidade, carga, repetição, e tudo mais que a musculação feminina deverá apresentar para garantir bons resultados.

Diferenças entre os sexos não se limitam apenas a questões fisiológicas

Cômico ou não, todas nós sabemos que a diferença entre homens e mulheres não se limita apenas ao que há entre as pernas.

O que poucas sabem é que no período menstrual, além de estarmos mais sensíveis, é um período em que nossos níveis de força diminuem. Isso ocorre devido a alterações hormonais e, por isso, nesses dias, devemos tomar alguns cuidados no sentido de realizar pequenas adaptações no treino.

Quando estiver nesses dias, e sentir que não está 100% para dar o seu melhor no treino, procure orientação com seu professor ou personal. Nada de vergonha, ele estudou isso e saberá como proceder.

Musculação feminina x masculin

Não estranhe, se acaso, ele te der um ou dois dias de folga, pois cada organismo reage de uma forma. O professor saberá indicar o melhor a fazer, além da folga, ele poderá ainda orientar treinos de força com menor intensidade, exercícios apenas para coordenação motora, ou exercícios que envolvam somente foco na respiração, o que, em muitos, casos é o mais indicado.

Pela primeira vez, cavalheiros primeiro, damas depois

Homens tem a perda de peso e ganho de massa muscular muito mais rápido que nós, mulheres. Isso se deve, mais uma vez, a questão hormonal.

Os “bonitões” possuem testosterona (hormônio anabólico) em grande quantidade e, este é um dos principais responsáveis pela formação óssea e o aumento da síntese proteica.

Musculação feminina: homens primeiro, mulheres depois

Enquanto nós, mulheres, temos mais estrogênio, hormônio responsável, dentre outras coisas, pelo aumento do depósito de gordura em locais como quadril e coxas.

A musculação feminina não deve ser muito diferente da masculina, a não ser que seja naqueles dias, como já abordado acima.

A intensidade do treino pode ser, relativamente, igual à dos homens, dependendo, claro, do seu objetivo, condicionamento físico. Não significa que ao treinar intensamente, ou ao treinar musculação, você ficará com braços grandes, costas e ombros largos!

Ao treinar membros superiores, o que estava fraco, ganhará força e tônus e, não necessariamente volume muscular, até porque para que isso ocorra, seria preciso anos de treinamento superpesado e superdosagem de testosterona.

Musculação feminina também serve para a perda de peso

Musculação não precisa e não deve ter somente o objetivo de ganhar massa muscular. Muitas mulheres enxergam a musculação como coisa do sexo masculino, coisa de gente que quer ficar forte ou grande. Mas não! A musculação feminina também tem um fator super importante para mulheres que tenham como objetivo perder peso.

Paralelamente ao trabalho de perda de peso, é importante que na musculação feminina também se faça um trabalho de ganho de tônus muscular, para prevenção de possíveis lesões.

Sobrepeso e musculatura fraca, são um prato cheio para danos nas articulações e ligamentos. Ao fazer exercícios aeróbicos, se a musculatura não estiver bem trabalhada, ou pelo menos com uma boa resistência, poderão ocorrer seríssimos danos.

Portanto, caso esteja um pouco acima do peso, não foque somente em exercícios aeróbicos! Inclua também a musculação em sua rotina de atividades.

Musculação feminina e o treino “salada mista”

Musculação feminina : treino salada mista

Não há uma regra, mas há diversidades. Há diversos tipos de treino de musculação, como treinos intervalados, treinos de resistência, descanso ativo, entre outros.

A musculação, quando combinada com outros tipos de atividades, como as aeróbicas, faz com que o gasto calórico aumente e, também, com que o cérebro funcione melhor, trabalhando a coordenação e concentração.

Musculação feminina: treine como um homem, mas sem perder a feminilidade

Mulheres geralmente têm mais força nos membros inferiores porém, também maior acúmulo de gordura no quadril e coxas. A musculação feminina, quando realizada na intensidade correta propiciará, além do ganho de tônus e força, a diminuição da adiposidade nesses locais.

Como já abordado em um outro artigo de minha autoria, não é possível queimar gordura somente em uma região específica do corpo, a queima ocorre de forma global. Porém, quando nos exercitamos adequadamente, tende-se a queimar mais gordura da região onde possuímos mais.

Está esperando o que para chamar as amigas e mostrar para os homens que a musculação feminina também tem “força”? Compartilhe esse artigo em suas redes sociais e, mostre que nós, mulheres, além de força na cabeça, também temos força no muque. 💪


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos Relacionados