9 vegetais ricos em proteínas

Receba dicas exclusivas sobre nutrição, atividade física e bem-estar. Cadastre seu melhor e-mail ao lado (é grátis)!

9 vegetais ricos em proteínas

30 de novembro de 2017
Equipe Geração Fit

vegetais ricos em proteínas

Vegetais ricos em proteínas: vegetais têm proteínas? Sim, e muita! Apesar de relacionarmos sempre as fontes proteicas às carnes, os legumes e as verduras também são ótimas opções com essa fonte. Conheça 9 excelentes fontes!

Se você é vegetariana ou vegana deve estar cansada de ouvir as pessoas te dizendo que precisa ficar atenta com a ingestão de proteína. Deve, também, estar cheia de explicar que na natureza existem outras fontes desse nutriente além das animais. Sim, isso é verdade. Se alguém duvidar disso, compartilhe esse texto do Geração Fit.

Sabemos que as fontes animais são mais ricas em proteína do que as vegetais, mas isso não significa que elas detém a exclusividade.

Apenas não pense que somente a proteína precisa receber sua atenção quando você restringir as carnes (e para alguns também os derivados animais) de seu cardápio. Fique atenta com nutrientes como vitamina B12, ferro, ômega-3 e outros para não acabar com carência deles em seu organismo, o que gerará problemas desagradáveis que podem causar anemia e outros problemas.

9 vegetais ricos em proteínas

1. Ervilha

Esse vegetal detém uma quantidade curiosa de proteínas. 100g de ervilha contém aproximadamente 5,42g do nutriente, mais do que o leite, por exemplo. Se o consumo da ervilha em sua forma tradicional não te atrai, você não gosta dela do jeito tradicional, pode fazer uma dica é consumi-la no formato de pasta ou sopa para acompanhar com pães e um bom vinho.

2. Chia

A semente de chia é considerada um monstro do reino vegetal, principalmente quando o assunto é proteína: são 16,54g do macronutriente a cada 100g. Ao realizar um treinamento de forçar e resistência, não hesite em incluir a chia na sua dieta.

3. Feijão

Não é surpresa para ninguém que o feijão é uma boa fonte de proteína. Dependendo do tipo de feijão, a quantidade do nutriente varia um pouco. O preto e o vermelho oferecem um pouco mais de proteína. Mas em média, a leguminosa tem cerca de 8g de proteína por 100g, quando cozida.

Uma curiosidade é que cru o feijão provém muito mais da substância proteínas do a que a versão cozida, porém o consumo cru não é recomendado. Mas aí vai de você optar pela forma de degustação.

4. Grão de bico

Mais uma vez, em estado cru, o alimento oferece uma quantidade altíssima de proteína, são 19,30g a cada 100g, mas quando cozido o número cai drasticamente para 8,86g a cada 100g. Também existe a opção de usar o grão de bico como farinha E então, como onde não há a necessidade de cozinhar o alimento, a quantidade de proteína permanece alta (22,39g). Além disso, o grão é muito rico em outros nutrientes como magnésio e potássio, por exemplo.

5. Gergelim

O gergilim pode dar uma turbinada incrível na sua reserva de proteína. A semente carrega 17,73g a cada 100g e, mais uma vez, a farinha apresenta uma quantidade do nutriente absurdamente alta, são 40,32g a cada 100g na versão parcialmente desengordurada.

6. Tofu

O famoso substituto do queijo para os veganos é outra ótima opção de fonte de proteínas. A quantidade do nutriente varia de acordo com o tipo e a forma de preparo. Para esse fim, a melhor forma parece ser o frito, que oferece 17,19g a cada 100g.

Assim como outras opções da lista (se não todas, vai da sua criatividade), o tofu é bem versátil, ele pode ser utilizado como um tipo de carne, para acompanhar sopas, saladas, rechear pizzas, usar como queijo e inúmeras outras possibilidades.

6. Quinoa

Depois da chia, esse é o grão que mais contém proteína em sua estrutura são 14,12g a cada 100g. Porém, se cozida a quantidade cai para 4,40g. É também uma ótima opção por conta da versatilidade que oferece. Ótimo para acrescentar em sopas, aos molhos, nas frutas, na salada e etc.

7. Cacau em pó sem açúcar

O cacau em pó pode ser utilizado em pudins, bolos, mousses, brigadeiros ou em qualquer lugar que sua criatividade permitir. Sem limites. Ele oferece cerca de 19,60g de proteína por 100g, nada mal não é mesmo?

8. Spirulina

A spirulina é uma cianobactéria que fornece minerais, vitaminas e, claro, proteína. Desse último nutriente são 57,47g a cada 100g na versão da spirulina seca, é um dos vegetais ricos em proteínas.

9. Soja

E, por fim, o mais óbvio dos vegetais ricos em proteínas: a soja. Existem milhares de forma de consumi-la e cada maneira vai trazer uma quantidade diferente de proteína para seu organismo. Só cuidado para não exagerar, pois quem faz dieta vegetariana normalmente costuma abusar desse item.

Equipe geração fit

Nós ajudamos mulheres a atingir uma vida mais plena e saudável, através de conteúdo responsável e de alta qualidade, sobre os mais diversos temas ligados às áreas de Nutrição e Atividade Física.


DEIXE SEU COMENTÁRIO