4 maneiras de saber se o ovo está bom

Receba dicas exclusivas sobre nutrição, atividade física e bem-estar. Cadastre seu melhor e-mail ao lado (é grátis)!

4 maneiras de saber se o ovo está bom

28 de outubro de 2017
Equipe Geração Fit

qualidade do ovo

Qualidade do ovo: conheça 4 maneiras de saber se o ovo está bom ou ruim!

Quase todo mundo já passou por este momento: você abre a geladeira e pega um ovo, mas já não se lembra a quanto tempo ele está lá.

É verdade que ao longo do tempo, a qualidade de um ovo começa a diminuir. No entanto, ele só “fica ruim” quando começa a se decompor por causa de bactérias ou mofo. Na verdade, ovos podem estar perfeitamente bons para comer por muitas semanas.

Em caso de dúvida, existem vários métodos que você pode usar para determinar a qualidade do ovo, conheça 4 delas.

Qualidade do ovo: 4 dicas

Data de validade

Uma das maneiras simples de saber se um ovo está bom ou ruim é verificar a data de validade dos seus ovos. Muitas vezes, eles vêm com essa informação na embalagem, basta procurar.

De modo geral, essa data equivale a 30 dias após os ovos serem embalados. Mas o fato desses 30 dias passarem não significa necessariamente que os ovos fiquem automaticamente ruins.

Talvez esses rótulos não estejam presentes, mas nesse caso você pode se basear na refrigeração.

Eles costumam durar até 60 dias se estiverem refrigerados (e até lá você com certeza já os consumiu). Agora, se não estiverem refrigerados, eles podem durar cerca de 10 dias no verão ou 15 dias nas estações mais frias, como o inverno.

Verifique o cheiro

Uma das maneiras de verificar a qualidade do ovo é pelo cheiro. E, além disso, é também uma das maneiras mais antigas. Ainda assim, é uma forma bastante confiável de verificar a informação.

Se você está incerto sobre a qualidade do ovo, pode se certificar disso cheirando-o. Ovos em mal estando têm um cheiro muito característico, independentemente de estarem crus ou cozidos.

É claro que na casca é difícil sentir o cheiro. Por isso, a dica é abri-lo e colocá-lo numa tigela limpa. Depois é só se aproximar com o nariz, cheirar e ver o resultado.

O nariz pode ajudar muito nessas verificações, mas os olhos com certeza também ajudam. Se você não quer abri-lo pode analisar a qualidade da casca.

Veja se ela não está ou não rachada, com um aspecto viscoso ou seca.

Verificação visual

Rachaduras normalmente indicam a presença de bactéria. Da mesma forma que uma aparência meio pulverizada costuma significar que a casca está mole, o que nunca é bom.

Se a casca tem uma aparência seca e inteiriça, é hora de abrir o ovo e analisá-lo antes de usar.

Busque qualquer coloração em tons de rosa, azul, verde ou preto na gema ou na clara. Isso indica que nessas áreas cresceram bactérias.

E mais: se a clara ou a gema estiverem escorrendo, isso quer dizer que o ovo está velho e a sua qualidade diminuiu.

Teste de Flutuação

O teste de flutuação é um dos métodos mais populares para verificação. Para executar o teste de flutuação, gentilmente coloque-o em uma tigela ou balde com água.

Se afundar, indica que está fresco. Se ele se inclinar para cima ou até mesmo flutuar, indica que está velho.

Isso ocorre porque, à medida que ele envelhece, a pequena bolsa de ar dentro dele cresce à medida que a água é liberada e substituída pelo ar e, como consequência disso, o ovo flutua.

Equipe geração fit

Nós ajudamos mulheres a atingir uma vida mais plena e saudável, através de conteúdo responsável e de alta qualidade, sobre os mais diversos temas ligados às áreas de Nutrição e Atividade Física.


DEIXE SEU COMENTÁRIO