Os perigos do aspartame

Receba dicas exclusivas sobre nutrição, atividade física e bem-estar. Cadastre seu melhor e-mail ao lado (é grátis)!


Os perigos do aspartame

28 de novembro de 2016
Equipe Geração Fit

perigos do aspartame

Os perigos do aspartame: Apesar do aspartame ser aprovado para venda não significa que ele seja 100% seguro para a saúde.

O adoçante aspartame possui uma substância chamada fenilalanina, um composto que fica armazenado no corpo e pode causar prejuízos como problemas mentais e lesões cerebrais.

Estudos apontaram a substância como causadora de problemas como dor de cabeça, síndrome de fadiga crônica, perda de memória, alergia, nascimento de bebês prematuros, danos no fígado, tonturas, além do aumento de casos de esclerose múltipla, doença de Alzheimer e câncer.

Outro ponto negativo do aspartame são os aminoácidos presentes em sua composição. Ainda que esses aminoácidos sejam encontrados naturalmente em alimentos, acredita-se que, devido ao fato deles aparecerem sozinhos no adoçante e não serem acompanhados por outros aminoácidos que podem eliminar seus efeitos maléficos, são capazes de entrar no sistema nervoso em altas concentrações, trazendo prejuízos à saúde.

Além disso, quando ingerido, o aspartame é quebrado em três componentes: seus dois aminoácidos e um composto chamado metanol. Ao ser encontrado em sucos de frutas e bebidas alcoólicas, o metanol é acompanhado pelo etanol, que serve como um antídoto para seus efeitos tóxicos.

Para ter segurança em relação ao seu adoçante, visto que cada tipo pode apresentar restrições e ser indicado para cada tipo de pessoa, o ideal é que você consulte o seu médico e/ou nutricionista a respeito de qual deles é o mais indicado para você.

Equipe geração fit

Nós ajudamos mulheres a atingir uma vida mais plena e saudável, através de conteúdo responsável e de alta qualidade, sobre os mais diversos temas ligados às áreas de Nutrição e Atividade Física.


DEIXE SEU COMENTÁRIO