Pump muscular, por que inchamos após o treino?

Receba dicas exclusivas sobre nutrição, atividade física e bem-estar. Cadastre seu melhor e-mail ao lado (é grátis)!

Pump muscular, por que inchamos após o treino?

5 de setembro de 2017
Equipe Geração Fit

pump muscular

Pump muscular: a cena é clássica e já fez parte da vida de qualquer pessoa que tenha feito musculação. Você chega na academia e tem um treino específico para um ou mais grupamentos. Você está motivado e consegue uma boa sobrecarga muscular.

Como resultado, o músculo treinado fica muito maior momentaneamente, o que dá a sensação de que ele foi devidamente treinado. Para este aumento, damos o nome popular de pump muscular, que nada mais é do que o aumento da concentração sanguínea no local do músculo treinado.

Em repouso, nossas células tendem a manter o sódio do lado de fora. À medida que realizamos o exercício, há uma hipóxia (diminuição de oxigênio) no músculo, causando uma diminuição da formação de ATP (energia) e, consequentemente, levando a uma diminuição do bombeamento do sódio para fora da célula.

O acúmulo deste íon no meio intracelular “atrai” a água para dentro da célula por osmose a fim de manter um equilíbrio, resultando no aumento do volume das células. Por isso a sensação de estar mais inchada e musculosa durante o exercício.

Pump muscular, é fundamental para a hipertrofia?

De uma maneira geral, o maior acúmulo de sangue é um sinal de que o músculo está requerendo mais substratos. Porém, temos que ter em mente que para gerar a hipertrofia, outros mecanismos fisiológicos precisam estar acontecendo.

O stress mecânico causado pelo treino de musculação nem sempre gera um pump muscular considerável, o que não significa que o treino não foi efetivo.

Podemos concluir que o pump muscular é processo que se dá em decorrência de treinamentos mais intensos como, por exemplo, o treinamento de hipertrofia, que exige combinação adequada entre volume, carga e intensidade. Logo, o pump ou volume de sangue circulante no tecido muscular será diretamente proporcional a intensidade do treinamento. Ele é uma consequência, mas não necessariamente um pré-requisito para a hipertrofia.

Equipe geração fit

Nós ajudamos mulheres a atingir uma vida mais plena e saudável, através de conteúdo responsável e de alta qualidade, sobre os mais diversos temas ligados às áreas de Nutrição e Atividade Física.


DEIXE SEU COMENTÁRIO