Relação entre o consumo de antioxidantes e a prevenção de diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares

Receba dicas exclusivas sobre nutrição, atividade física e bem-estar. Cadastre seu melhor e-mail ao lado (é grátis)!

Relação entre o consumo de antioxidantes e a prevenção de diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares

5 de dezembro de 2017
Dalcia Klimaczewski
(Estudante de Nutrição)

prevenir doenças

Prevenir doenças como as cardiovasculares e a diabetes é uma preocupação recorrente nos últimos tempos, visto que o índice de mortalidade relacionado a elas vem aumentando cada vez mais no mundo todo. Diabetes, obesidade e doenças cardiovasculares são decorrentes de uma má alimentação, que geralmente envolve o consumo excessivo de alimentos industrializados, ultraprocessados, com excessos de gorduras, açúcares e sódio, principalmente.

Nesse cenário, pesquisadores vêm tentando encontrar meios de prevenir doenças e eles demonstraram que, por meio da alimentação, é possível evitar algumas delas. Os grandes aliados encontrados por esses estudos para a prevenção da diabetes tipo 2 e das doenças cardiovasculares foram os antioxidantes, como a vitamina C, A, E e os flavonoides.

O desequilíbrio entre a formação de radicais livres e de antioxidantes no organismo é chamado de estresse oxidativo, o qual causa danos celulares irreversíveis, podendo levar ao surgimento de várias doenças degenerativas e carcinogênicas. A aterosclerose, por exemplo, é resultante da oxidação do LDL pelos radicais livres, que forma a placa de gordura dentro dos vasos sanguíneos, dificultando a circulação sanguínea.

Antioxidantes para prevenir doenças

Os antioxidantes ajudam a melhorar a função endotelial, prevenindo doenças metabólicas, como o diabetes tipo 2. O mecanismo de ação dos antioxidantes é a nível molecular, diminuindo a expressão de alguns genes, como a do NF-kB, que é um fator de transcrição que desempenha um papel fundamental na regulação da resposta imunitária ao estresse, à infecção e inflamação crônica. O NF-kB é responsável pelo aumento da expressão de citocinas, moléculas de adesão e enzimas pró-inflamatórias, os quais contribuem com o surgimento de doenças inflamatórias, metabólicas e cardiovasculares. Então, ao suprimir a ação NF-kB, os antioxidantes ajudam a prevenir doenças.

A ação dos antioxidantes também está relacionada a diminuição do estresse oxidativo. Eles ajudam a evitar a oxidação do colesterol LDL e a consequente formação da placa aterosclerótica nos vasos sanguíneos, diminuindo os riscos de infarto do miocárdio.

A diabetes e as doenças cardiovasculares estão associadas à disfunção endotelial e ao estresse oxidativo, que podem então ser evitados pelo consumo de antioxidantes.

Vários estudos avaliaram a ação dos antioxidantes da dieta no tratamento e prevenção dessas doenças, encontrando resultados positivos para os grupos que consumiam alimentos ricos em antioxidantes, ao contrário daqueles que não os consumiam.

Portanto, incluir vitaminas e compostos antioxidantes na dieta ajuda a prevenir doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2, além de muitas outras, como os cânceres. Os antioxidantes são encontrados principalmente em frutas e vegetais frescos, como folhas verde escuras e frutas cítricas.

 

 

dalcia klimaczewski sidebar

Dalcia Klimaczewski

24 anos, comunicóloga e graduanda em Nutrição pela Universidade Federal do Paraná. Adepta à nutrição comportamental, acredita que a saúde e o bem-estar são consequências do equilíbrio entre o corpo e a mente.


DEIXE SEU COMENTÁRIO