Excesso de Proteínas pode causar degeneração cerebral

Receba dicas exclusivas sobre nutrição, atividade física e bem-estar. Cadastre seu melhor e-mail ao lado (é grátis)!

Excesso de Proteínas pode causar degeneração cerebral

28 de março de 2019
Equipe Geração Fit

excesso de proteínas

Excesso de Proteínas: pessoas que seguem dietas de restrição ao carboidrato (chamadas de low-carb) e maior ingestão de carnes, ovos e derivados do leite podem estar colocando em risco a própria longevidade.

Um estudo feito por pesquisadores da UFMG e por uma instituição australiana concluiu que proteína em excesso pode acelerar a degeneração cerebral.

A pesquisa foi feita durante cinco anos pela professora Viviane Alves, do Departamento de Microbiologia do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da UFMG.

A pesquisadora analisou os efeitos do excesso de proteína no organismo dos vermes Caenorhabditis elegans. Os resultados foram comparados aos estudos de células humanas, na Austrália, e de drosófilas, na Inglaterra, pelo Instituto de Pesquisas Médicas Sahmri.

Verificou-se que, nos três organismos, o excesso de proteínas provocou um envelhecimento precoce. Os resultados foram divulgados pela revista científica australiana Current Biology.

Quando se come muita proteína, o metabolismo aumenta muito e o organismo tem uma maior chance de errar na forma de utilizar os aminoácidos da proteína. Isso induz a formação de defeitos nas células”, afirma a professora.

O consumo excessivo de proteína pode ocasionar Alzheimer, diabetes e cardiopatia. Mas, isso não quer dizer que as pessoas tenham de deixar de ingerir proteínas. A recomendação da pesquisadora é que os alimentos ricos em proteínas (seja de origem animal ou vegetal) devem continuar presentes na alimentação, mas sem excesso.

Sintomas do excesso de proteínas

Os sintomas do excesso de proteínas no organismo podem ser:

* Desenvolvimento da aterosclerose e de doenças cardíacas;
* Osteoporose, pois o excesso de proteína pode causar aumento da excreção de cálcio;
* Pedra nos rins;
* Aumento de peso;
* Problemas no fígado.

A maioria das pessoas que desenvolve estes sintomas de excesso de proteínas, geralmente, apresentam uma predisposição genética, algum problema de saúde ou usou suplementos de forma inadequada.

Consumo excessivo de Proteínas: Suplementos Alimentares

Os suplementos como Whey protein, podem ser indicados para pessoas que praticam exercícios e que desejam aumentar os músculos e ter mais definição muscular.

Para quem faz exercício a quantidade de proteína a se ingerir pode variar entre 1 a 2,4 g de proteína por Kg de peso corporal por dia, dependendo da intensidade e do objetivo dos treinos, por isso, é importante consultar um nutricionista para calcular a necessidade exata.

Na hora de fazer uma dieta Low-Carb procure um nutricionista

O resultado dessa pesquisa é uma boa mostra da importância de se consultar com um nutricionista antes de começar uma dieta low-carb. É este profissional quem vai indicar quais são as melhores opções na restrição ao carboidrato.

Quando substituímos o carboidrato por proteínas de origem animal, especialmente aquelas associadas à gordura saturada, pode ter um efeito negativo. Um acompanhamento nutricional resulta em fazer escolhas mais saudáveis de proteínas, como os peixes. Um nutricionista também poderá indicar as proteínas de origem vegetal, como as leguminosas. Além do tradicional feijão, é muito saudável comer a lentilha, o grão de bico e a ervilha.

Equipe geração fit

Nós ajudamos mulheres a atingir uma vida mais plena e saudável, através de conteúdo responsável e de alta qualidade, sobre os mais diversos temas ligados às áreas de Nutrição e Atividade Física.


DEIXE SEU COMENTÁRIO