Efeitos da combinação entre suplementos nutricionais: L-carnitina, creatina e L-leucina

Receba dicas exclusivas sobre nutrição, atividade física e bem-estar. Cadastre seu melhor e-mail ao lado (é grátis)!

Efeitos da combinação entre suplementos nutricionais: L-carnitina, creatina e L-leucina

14 de novembro de 2017
Dalcia Klimaczewski
(Estudante de Nutrição)

combinação entre suplementos

A comprovação dos efeitos da combinação entre suplementos nutricionais no aumento da massa muscular foi alvo de um estudo publicado na conceituada revista científica Nutrition and Metabolism. A pesquisa enfatiza os resultados de três suplementos nutricionais muito conhecidos: a L-carnitina, a creatina e a L-leucina.

A L-carnitina é um aminoácido produzido endogenamente pelo fígado e pelos rins e é encontrada no músculo esquelético. Ela é usada geralmente por atletas como suplemento nutricional pelo fato de aumentar a síntese proteica, por poupar a proteína muscular como fonte energética do organismo, e também por reduzir a degradação de proteínas musculares, através da supressão de genes específicos.

A creatina é um composto bioenergético importante no metabolismo muscular, pois promove a síntese de proteínas musculares e reduz a degradação das mesmas pelo fato de aumentar a atividade do substrato mTOR, responsável por bloquear a degradação muscular.

Já a L-leucina é um aminoácido ramificado e, em combinação com proteínas do soro do leite, também demonstrou efetividade na redução da degradação das proteínas musculares por aumentar a fosforilação do mTOR, tendo efeito semelhante à creatina nesse sentido.

Efetividade da combinação entre suplementos

Para realização do estudo, os pesquisadores submeteram 42 homens e mulheres não atletas a um programa de oito semanas de suplementação diária com 1,5g de L-carnitina, 2g de L-leucina e 3g de creatina. O grupo que recebeu a suplementação nutricional foi comparado com um grupo placebo, em que os indivíduos receberam suplemento sem nenhum ingrediente.

Os indivíduos apresentavam um estilo de vida sedentário e foram orientados a não modificarem sua rotina de atividades físicas durante a realização da pesquisa.

Como resultados, os pesquisadores verificaram um aumento significativo da massa muscular, força e motilidade, indicando que houve melhora da qualidade de vida no grupo controle quando comparado ao grupo placebo. E, como os participantes foram orientados a não alterarem suas atividades físicas, o estudo demonstra a efetividade da suplementação por si só. Ou seja, houve aumento da massa muscular pelo simples fato de ser realizada a suplementação com a combinação entre suplementos. Os autores sugerem que estes efeitos são devido à síntese proteica e à ativação da via mTOR estimulados pelos suplementos em questão.

Portanto, o estudo demonstra que o uso adequado de suplementos combinados, sendo neste caso a L-carnitina, a creatina e a L-leucina, é um forte aliado contra as alterações fisiológicas e bioquímicas que levam à perda muscular (sarcopenia) durante o envelhecimento, além de aumentarem a síntese de proteínas musculares.

 

dalcia klimaczewski sidebar

Dalcia Klimaczewski

24 anos, comunicóloga e graduanda em Nutrição pela Universidade Federal do Paraná. Adepta à nutrição comportamental, acredita que a saúde e o bem-estar são consequências do equilíbrio entre o corpo e a mente.


DEIXE SEU COMENTÁRIO