Cranberry: 5 formas de consumo altamente eficazes para máxima absorção de nutrientes

Receba dicas exclusivas sobre nutrição, atividade física e bem-estar. Cadastre seu melhor e-mail ao lado (é grátis)!

Cranberry: 5 formas de consumo altamente eficazes para máxima absorção de nutrientes

31 de julho de 2017
Ana Carolina Rocha (CRN3 - 48025)
Nutricionista

Cranberry: no Brasil, também conhecida como Oxicoco, tem ganhado espaço nas prateleiras de lojas de produtos naturais, não só pela sua já conhecida função na prevenção de infecções, como também pela quantidade de antioxidantes presentes em sua composição. Saiba tudo sobre a Cranberry e 5 formas de consumo eficazes para absorção de nutrientes.

Dentre os nutrientes mais concentrados na fruta temos: Vitamina C, Vitamina E, Vitamina K, Manganês, Ácido Pantotênico, Fibras e Frutose. Outros compostos, menos conhecidos, mas que dão as características funcionais à fruta são os flavonoides, dentre eles a proantocianidina, e ácidos gálico, benzoico, cítrico e oxálico – que conferem ação antioxidante.

A cranberry é uma fruta nativa de países frios, sendo que o maior exportador na América Latina é o Chile. Por ser uma fruta delicada, é mais facilmente encontrada no Brasil já processada: congelada, desidratada ou em sucos.

Quando congelada, a cranberry mantém sua composição nutricional similar à fruta in natura, mas precisamos ficar atentos caso a fruta passe por seguidos processos de recongelamento, pois pode afetar suas características.

Já desidratada, a cranberry sofre uma alteração em sua composição, pois durante o processo de desidratação parte de seus compostos antioxidantes se perdem, mas não em quantidades significativas.

Um estudo avaliando o processo de desidratação da cranberry e preservação de compostos fenólicos mostrou que parte deles se preservam graças a sua composição variada de agentes antioxidantes que atuam como protetores da própria fruta.

Como escolher a melhor cranberry no mercado?

como escolher a melhor cranberry no mercado

Como a fruta não é nativa do Brasil, nossas opções se tornam mais escassas, elas podem ser encontradas em lojas de produtos naturais, lojas especializadas, supermercados de grande porte ou pela internet.

Para escolher uma cranberry de melhor qualidade nutricional é importante ficar atento:

  • Se está na estação de sua colheita: de Junho à Agosto caso seja nacional ou importada de países da América do Sul; ou de Dezembro a Fevereiro se ela foi importada da América do Norte.
  • Se sua textura é firme, mas não dura. Caso esteja amolecida é sinal de que ela já está em processo de degradação.
  • Quanto mais vermelha estiver a cranberry, mais rica em nutrientes antioxidantes ela é.
  • Existem outras formas de se comprar cranberry que não seja in natura, podemos comprá-la congelada ou desidratada. Dica: caso compre congelada, lembrar de usar imediatamente após o descongelamento, ou ela perde suas características sensoriais.
  • Em lojas especializadas a versão de cranberry em cápsulas está disponível. É importante lembrar de verificar se o fabricante tem certificação e conversar com um médico ou nutricionista para saber a dose certa para o seu caso.
  • Além dessas opções, é possível encontrar suco de cranberry industrializado, mas mantenha o olho no rótulo para escolher opções mais naturais e com menos conservantes. Entretanto essa não é a versão mais indicada da fruta para obter seus benefícios.

Benefícios da cranberry

benefícios da cranberry

A cranberry, assim como as outras frutas da família das ‘berries’ (morango, mirtilo, amora, framboesa, açaí), possui elevada quantidade de compostos fenólicos em sua composição, substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias que colaboram não só na manutenção das reações do corpo, como retardam o envelhecimento e têm efeito protetor a doenças – pois aumentam a imunidade. Inclusive têm se estudado o efeito protetor dessas substâncias contra o câncer.

Mas a cranberry tem um fitonutriente, a proantocianidina, que possui um benefício específico: ele diminui e adesão de bactérias nos órgãos do corpo. Esse benefício é o que tornou o suco de cranberry tão famoso para tratar e prevenir a cistite, ou seja, infecção do trato urinário.

O mais interessante é que os estudos mostram que o consumo dos componentes da cranberry, se consumidos individualmente, não fazem o mesmo efeito do que se consumidos através da fruta, devido a sinergia natural desses componentes dentro do alimento!

E ela desidratada ainda mantém seus benefícios? A resposta é sim! Apesar de haver uma perda na quantidade de antioxidantes presentes na fruta, ela não é significativa e seu consumo feito na forma desidratada aumenta a quantidade de fibras na dieta, dando aquela ajuda na regularização do trânsito intestinal.

Dica de como reidratar a cranberry: coloque as cranberries em uma tigela e encha de água fervente até cobri-las por completo. Deixe por 20 minutos. Caso queira dar um toque especial nas cranberries, troque a água quente por suco de laranja e deixe por 40 minutos, ou até que estejam macias.

Cranberry: cuidados

cranberry cuidados

Apesar de ser uma fruta altamente nutritiva, 3 grupos de pessoas devem ficar atentas a quantidade ingerida, são elas: pessoas que apresentam alguma predisposição ao desenvolvimento de cálculos renais, pessoas que utilizem remédios anticoagulantes e diabéticos.

Alguns estudos mostram que há um risco de desenvolvimento de pedra nos rins em pessoas que tenham histórico da doença, já que a cranberry é rica em oxalato, portanto é importante que esse grupo de risco fique de olho!

Outro ponto levantado por estudos científicos é a interação entre o consumo de cranberry e remédios anticoagulantes como a varfarina (utilizado por pessoas que tenham tido trombose ou outras doenças cardiovasculares

Isso acontece, pois, sua função é “afinar” o sangue e evitar a formação de coágulos, logo as propriedades da cranberry aumentam o tempo de ação do medicamento, fazendo com que as pessoas que utilizam este tipo de medicamento estejam ainda mais propensas à hematomas e leves sangramentos.

Diabéticos devem controlar a quantidade de cranberry desidratada que vão ingerir por dia, pois elas possuem concentração de frutose elevada, e se não controlada pode causar um quadro de hiperglicemia.

Cranberry no tratamento e prevenção de infecção urinária

cranberry no tratamento e prevenção da infecção urinária

O suco de cranberry é muito conhecido pela sua ação contra infecções no trato urinário, mais comum entre o sexo feminino, podendo ser utilizada no tratamento e prevenção delas.

Durante o período agudo da doença é possível ter um alívio nos sintomas com o consumo do suco, em uma dose de 480ml/dia.

O suco é a melhor opção nesse caso pois além de ter as propriedades benéficas ele aumenta o consumo de líquidos que é importante nessa doença.

A receita de suco mais indicada neste caso é a feita a partir da fruta, não sendo previamente industrializado, temos uma receita que pode ser feita com a cranberry desidratada, para facilitar na rotina.

Para pessoas que estejam com baixa imunidade e histórico de infecção urinária crônica, o suco de cranberry tem se mostrado um aliado natural à prevenção da recorrência da doença já que a proantocianidina impede a adesão de bactérias patogênicas, como a E. coli, nas paredes da bexiga, e evitando assim sua reprodução e desenvolvimento da infecção.

Quanto eu devo consumir de Cranberry para obter seus benefícios?

Caso a ingestão seja feita por suco, o recomendado pelo American Journal of Clinical Nutrition, em 2011, é de no máximo 480ml.

Em um estudo nos Estados Unidos, voluntários fizeram o consumo de 1200mg/dia de cranberries desidratadas e como resultado tiveram efeitos inibitórios da adesão de bactérias no trato urinário em pacientes com cistite; entretanto com 40mg/dia da fruta já é possível obter os benefícios para a prevenção da infecção de repetição em grupos de risco.

5 maneiras de introduzir a cranberry no seu dia-a-dia

1. Snack para todas as horas

snack para todas as horas

A cranberry desidratada é prática para ser levada na bolsa para todas as ocasiões. Quando bater aquela fome no meio da tarde, ela pode ser comida sozinha ou ainda acrescentada em um mix com outras frutas secas e castanhas.

Quando associada com castanhas, você não só consegue os benefícios da cranberry, como também melhora a eficácia de seu lanche obtendo nutrientes que melhoram o funcionamento de metabolismo e inclusive colaboram na prevenção de doenças neurodegenerativas.

2. Cranberry + Vitamina C

cranberry vitamina C

A associação de Cranberry com frutas ricas em vitamina C (como laranja, limão, abacaxi, caju, entre outras), mostra que o poder antioxidante é aumentado.

Alguns estudos mostram que a acidificação da urina inibe o crescimento de bactérias, sendo uma outra maneira de prevenir a cistite.

O consumo de vitamina C diminui o pH da urina, sendo que aliado às propriedades naturais da cranberry de inibir bactérias responsáveis pela infecção do trato urinário, torna-se uma prevenção mais potente contra a cistite.

3. Suco de Cranberry

suco de cranberry

O suco de cranberry, além de rápido de se fazer e prático, é uma forma de absorver mais rapidamente os nutrientes da cranberry, pois acelera o processo de digestão do alimento quando o bate no liquidificador.

É recomendado que se beba o suco imediatamente após o preparo, garantindo assim o máximo de seus compostos intactos. Isso se faz necessário pois os como antioxidantes são substâncias sensíveis à exposição deles à luz e ao ambiente, fazendo com que perca sua funcionalidade com o passar do tempo.

“E como eu faço para preparar? ” De duas a três colheres de sopa de cranberry desidratada para 250 ml de água. É só bater no liquidificador! Se preferir um suco mais líquido você pode coá-lo antes de beber, porém é recomendado ingerir o bagaço da cranberry que é rico em fibras e concentra a maior parte dos antioxidantes.

Para resultados ainda melhores, faça combinações com outras frutas vermelhas ou sucos ricos em vitamina C.

4. Smoothie de Cranberry

smoothie de cranberry

O smoothie nada mais é do que uma forma de vitamina, onde você utiliza a cranberry ainda congelada. Seu benefício é poder utilizar os compostos da cranberry de maneira integral, pois o congelamento correto da fruta preserva suas propriedades.

Que tal uma receita para começar o dia com mais disposição?

Coloque no liquidificador as cranberries congeladas com blueberries congeladas ou morango fresco, suco de laranja, couve e um pouco de água.  Bata até ter uma consistência cremosa e beba no seu café da manhã!

Cheia de antioxidantes, essa receita vai ajudar no funcionamento do seu metabolismo, além de ser uma forma gostosa e leve de se ingerir frutas de manhã.

5. Cranberry na salada

Sim! E por que não? Bem parecida com a uva passa, a cranberry também tem um sabor possível de acompanhar pratos agridoces, inclusive sendo servida como molho em refeições natalinas em países frios!

Mas como estamos no Brasil, o melhor é colocar as cranberries desidratadas com sua salada preferida e espremer um pouco de limão para ter a associação com a vitamina C. Por ser versátil, também pode ser adicionada em suas receitas agridoces, faça o teste!

Conclusão

A cranberry é uma fruta que possui ação funcional em nosso corpo, devido a sua composição repleta de antioxidantes e compostos fenólicos, que aumenta a resistência de nosso sistema imune, ajuda no combate ao envelhecimento precoce e também é conhecido por sua ação comprovada na prevenção e tratamento de infecções do trato urinário.

Por não ser nativa do Brasil, aqui encontramos mais facilmente em sua forma desidratada, que ainda garante uma quantidade de antioxidantes suficientes para uma ação sistêmica. Leve na bolsa para um lanche no meio da tarde, bata um suco com suas frutas preferidas, smoothies ou acrescente na sua salada, e aproveite os benefícios que a cranberry pode trazer para sua saúde!


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos Relacionados